AQUILO TEATRO desde 1982


Estreia Espantalhos de Papel

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Abril 29, 2016
Cartaz Espantalhos de papel1
13 e 14 de Maio de 2016. Pequeno Auditório do Teatro Municipal da Guarda
“Espantalhos de Papel” é a peça de teatro resultante do trabalho desenvolvido no Atelier de Expressão Dramática 2015/2016, que se realiza pelo nono ano consecutivo com a marca Aquilo Teatro. Tem como objetivo levar e dar a conhecer a um grupo de pessoas, de várias classes etárias, uma experiência artístico-humana.
Durante 8 meses de formação, através do teatro, foi-se ao encontro da voz, do texto e da literatura, e através do movimento e das ações físicas chegou-se à música e com ela, à dança, conseguindo assim, passar pelas diferentes formas de Arte ou expressões artísticas.
“Espantalhos de Papel”, trata-se de um espetáculo divertido e provocador de consciências, onde é narrada a história de um avô que convida a sua neta para colocarem um espantalho em plena praça pública, com o intuito de despertar impulsos a quem frequenta ou que por ali passe.
Começa então o corrupio naquela praça! Há quem o queira tirar dali, quem lhe confidencie segredos, quem o acuse, quem o modifique, quem se sinta provocado…e há quem se apaixone…
 
Texto e Encenação: João Reis
 
Atores:
Ana Margarida Henriques, Anabela Neves, Dulce Gomes, Francisco Gama, Inácio Correia, Inês Lopes, Isabel Pereira, Joaquim Igreja, L. Susana Fonseca, Madalena Sena, Mafalda Ribeiro, Maria Almeida, Manuel Tavares, Marta Matias, Renata Rodrigues, Rodrigo Mendes e Sofia Tavares.
 
Desenho de Luz: Criação Coletiva sob orientação de António Freixo
Figurinos: Criação Coletiva sob orientação de Rosa Martins
Recolha e Seleção de Banda Sonora a cargo do grupo sob orientação de Alberto Lopes
Coreografia: Bruno Brazete
Produção Executiva: Anabela Teixeira
Produção: Aquilo Teatro
 
Apoio: Câmara Municipal da Guarda e Teatro Municipal da Guarda
 
Duração: 1h10
Classificação etária: Todas as idades
Preço do bilhete: 2 Euros
 
Info Bilheteira: Terça-feira a Sábado, das 17h às 20h e em dias de espetáculo, das 17h às 21.30h.
Tel. 271 205 241 ou bilheteira@tmg.com.pt. As reservas podem ser efetuadas por telefone, por fax, ou por e-mail, ou diretamente na bilheteira. Garantidas até 72 horas antes do espetáculo. Bilheteira On-Line: BILHETEIRA.TMG.COM.PT/DOMTICKET
 
AQUILO TEATRO
Largo do Torreão s/nº (Apartado 134)
6301 Guarda Codex
 
Contactos: +351 271 222 499 // 96 255 08 25
aquilo.teatro@sapo.pt ou aquiloteatro@gmail.com

73º Jantar Popular da Guarda

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Abril 18, 2016

imagem faceSexta-Feira, dia 22 de Abril. A partir das 20h00. Sede do Aquilo Teatro

73º JANTAR POPULAR DA GUARDA com

Chef ISABEL GAMBOA apresenta Sopa de Agrião e Gengibre + Montanha de Courgete, Batata, Cenoura, Ovo e Cebola no Forno +  Bolo da Avó Neli

O jantar inicia às 20h30, com todos os comensais à mesa e terá o privilégio de ser servido e acompanhado com MÚSICA AO VIVO por OLIVIER.

Pelas 22h00, QUERCUS À CONVERSA                                                                                 Nesta noite, dia 22 de abril – simultaneamente o dia em que se comemora o dia da Terra – o Núcleo Regional da Guarda da Quercus A.N.C.N. realizará mais um “Quercus à Conversa” que contará com a presença do Prof. Gastão Antunes.

O dia da Terra surgiu pela primeira vez numa manifestação realizada no dia 22 de abril de 1970 nos Estados Unidos da América e teve por finalidade criar consciência face aos problemas ambientais de contaminação, necessidade de conservação da biodiversidade entre outras preocupações ambientais para proteger o planeta Terra. A pressão social surgida nessa ocasião levou à criação da Agência de Proteção Ambiental naquele país e à publicação de uma série de leis destinadas à proteção do ambiente.

Inicialmente como um movimento universitário o dia da Terra converteu-se num acontecimento educativo e informativo em que movimentos ambientalistas em particular, e a sociedade no geral, utilizam para questionar face aos problemas que afetam o ambiente local e o planeta, contaminação do ar, água e solos destruição de ecossistemas, espécies de fauna e flora ameaçados, esgotamento de recursos não renováveis. [Fonte: adaptado de http://essmo-becre.blogs.sapo.pt/89529.html]

cartazA3-dia da terra-01_v2Ao longo do debate que contará com a presença do Prof. Gastão Antunes, procuraremos conversar sobre qual o papel que o Homem, enquanto espécie, desempenha no planeta Terra. Terá o Homem, ao longo dos séculos, exercido um papel de superioridade relativamente às outras espécies? Porque o terá feito? Necessidade de sobrevivência ou ameaça?

O debate conta com o apoio da empresa Firm Questions e Câmara Municipal da Guarda

Informações sobre o convidado: Prof. Gastão Antunes é natural de Vila Nova de Foz-Côa, 53 anos, licenciado pela Universidade de Coimbra em Geologia e Professor de Ciências Naturais/Biologia/Geologia a lecionar desde 1991 na Escola Secundária de Pinhel. Foi Diretor do Centro de Formação de Professores das Escolas do Concelho de Pinhel durante 12 anos. Tornou-se sócio da Quercus ANCN, ainda em Coimbra, com a vinda para Pinhel, integrou-se o Núcleo Regional da Guarda onde assumiu em diversos mandatos, diferentes funções.

Mais informações: http://www.quercus.pt/actividadesguarda/4706-quercus-a-conversa-discute-qual-o-papel-do-homem-na-natureza-22-de-abril-de-2016.

A seguir ao debate a noite continua com música ambiente por DJ JARDAS.

Informação para Inscrições / Reservas Jantar:
Os jantares estão abertos a todo o público e são vegetarianos ou com opção vegetariana. O preço é fixo: 3 Euros.
A reserva é obrigatória e pode ser feita na página do evento (https://www.facebook.com/jantarpopulardaguarda ), colocando que vai, ou enviar mensagem para 962550825 com as seguintes informações: Nome, assim como o número de reservas a efetuar.

 

Abertas as Inscrições! Workshop de Dança Contemporânea

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Abril 15, 2016

Cartaz WDCAQUILO TEATRO apresenta Workshop de Dança Contemporânea. Orientado por Bruno Brazete e com música ao vivo por Alberto Lopes

Dias 27, 28 e 29 de Abril de 2016. Auditório da Câmara Municipal da Guarda. Horário: 20h00-23h00. Formação para Maiores de 13 anos

No âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Dança, o Aquilo Teatro irá promover nos dias 27, 28 e 29 de Abril, Workshop de Dança Contemporânea, orientado por Bruno Brazete e com música ao vivo por Alberto Lopes.

Este  Workshop  é destinado a todas as pessoas  que gostem de dançar. Mais que uma técnica pré estabelecida, a dança contemporânea é  um conjunto de métodos desenvolvidos da dança moderna e pós-moderna. O principal  objetivo  da dança contemporânea é  a   transmissão de sentimentos, ideias, conceitos e emoções.

O trabalho será desenvolvido sobretudo na relação corpo – espaço – tempo, explorando-se assim, diversas formas, dimensões e dinâmicas do movimento.

Este workshop ainda propõe a exploração da técnica contemporânea como o apoio ao movimento natural (trabalho de chão, sequências) procurando desenvolver uma linguagem própria e pessoal. Linguagem para a qual, será fundamental a criatividade e a capacidade de interpretação de cada um, através de propostas de improvisação e composição que tentem criar e dar vida a novos ambientes e emoções.

Sua técnica é tão abrangente que não delimita os utensílios usados. O corpo, pesquisando suas diagonais, não delimita estilos de roupas, músicas, espaço ou movimento.

Todo o trabalho desenvolvido, durante os três dias de formação, será acompanhado com música ao vivo a cargo de Alberto Lopes e culminará na apresentação do exercício final, no dia 29 de Abril (Dia Mundial da Dança), pelas 22h00, no Auditório da Câmara Municipal da Guarda.

Valor Inscrição: 38 Euros

Apoio: Câmara Municipal da Guarda

Inscrições e Mais Informações:

AQUILO TEATRO (Largo do Torreão s/nº (Apartado 134)). 6301 Guarda Codex

Contactos: +351 271 222 499 // 96 255 08 25

aquilo.teatro@sapo.pt ou aquiloteatro@gmail.com

www.aquiloteatro.wordpress.com

www.facebook.com/teatroaquilo

Bruno Brazete nasceu em 1986 na Guarda, Portugal. Participou em espetáculos do Aquilo Teatro, antes de iniciar a sua aprendizagem (2005/2009) na área da dança na Companhia Paulo Ribeiro e Ballet Teatro Contemporâneo do Porto – Escola Profissional.Paralelamente trabalhou com grupos de jovens com autismo e deficiências motoras na área da dança criativa. Desenvolveu ateliers de dança contemporânea para adultos e dança criativa para crianças.
Fez formação na área da dança com Romulus Neagu, Monica Gillette, Cyril Viallon, Andrea Boll, John Mowat, Peter Michael Dietz, Yola Pinto, Sophia Neuphart, Miguel Pereira, Sylvia Camarda, Leah Morrison de Trisha Brown Dance Company.

Em 2009, inicia em Paris trabalhos com Denise Namura e Michael Bugda
(«À Fleur de Peau » e « Villa ») e com Serge Keuten (« Pierre et le
Loup » e « Petrouchka »). Paralelemente teve aulas com Natahlie Pubellier da Companhia « L’ Estampe » A partir de 2013 integra a Opera de Paris trabalhando em produçoes como « Gioconda », « Alcina », «  Enlevement au Serail » e actualmente « Les Maitres Chanteurs ».

Em 2015 estreia o seu solo « Mon jardin Secret » no Teatro Municipal da Guarda e em 2016 interpreta o solo « Masques Visages » de Monique Lenoble em Bruxelas, Belgica.

 

WORKSHOP de RESTAURO de MÓVEIS, orientado por Fernando Sanchez

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Março 10, 2016

cartazWRMoveisAQUILO TEATRO & QUERCUS apresenta

WORKSHOP de RESTAURO de MÓVEIS, orientado por Fernando Sanchez

19 de Março de 2016 (Sábado). Horário: 14h30 às 18h30.

Formação para Maiores de 16 anos

Valor inscrição: 14Euros

Acerca do Workshop:

Esta formação, têm como objetivo, dotar os participantes de um conjunto de técnicas de modo a que sejam capazes de valorizar os móveis que possuem em vez de promover o seu descarte.

Se tem um móvel antigo e não sabe o que lhe fazer, mas não o quer deitar fora, então este workshop é para si!

Venha aprender a transformar os seus móveis antigos! Recuperando o seu aspeto e estrutura e devolvendo-lhes brilho e qualidade originais. 

Aprenda a dar uma segunda oportunidade ao seu móvel antigo. 

O que devem levar os participantes?

Um móvel antigo (p.e. banco, sofá, cadeira, mesinha de cabeceira).

Em caso de dúvida:

Enviar para o e-mail aquiloteatro@gmail.com uma fotografia com o móvel que pretende recuperar.

Acerca do formador:

Fernando Sanchez (Salamanca), encontra-se na Guarda há 4 anos, por onde se encantou, envolvendo-se fortemente com a comunidade e vivendo atualmente na Rapoula.

Foi proprietário da loja Atelier Vintage, La Bohéme e o seu último trabalho de criação e construção foi o Galo, concebido para o Carnaval de 2016, na Guarda.

Apoio: Atelier Vintage, Câmara Municipal da Guarda e Beira.pt

Inscrições e Mais Informações:

AQUILO TEATRO

Largo do Torreão s/nº (Apartado 134)

6301 Guarda Codex

Contactos: +351 271 222 499 // 96 255 08 25

 aquilo.teatro@sapo.pt ou aquiloteatro@gmail.com

www.aquiloteatro.wordpress.com

www.facebook.com/teatroaquilo

www.facebook.com/jantarpopulardaguarda

68º JANTAR POPULAR da Guarda

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Março 10, 2016

12819183_1072305596145004_6335238989608006485_oAMANHÃ, 11 de Março de 2016, AQUILO TEATRO apresenta

68º JANTAR POPULAR da GUARDA com

A partir das 20h00

Chef Goulart de Medeiros
Ementa:
Sopa de Abóbora com Cenoura e Coentros
Feijoada de Cogumelos com Sabores da India
Fruta

Às 22h00, Cineclube da Guarda apresenta
ARENA de João Salaviza

Acerca da Curta-Metragem:
Mauro vive em prisão domiciliária.
As tatuagens ajudam-no a queimar o tempo.
Três putos do bairro aproximam-se da sua janela. Lá for a, o sol bate com a força do meio-dia.

Portugal, 2009, 15’, cor.
PALMA DE OURO Festival de Cannes

Apoio: Câmara Municipal da Guarda e Instituto Português do Desporto e da Juventude

A seguir, à curta-metragem, Música Ambiente por DJ JARDA

Informação para Inscrições: Os jantares estão abertos a todo o público e são vegetarianos ou com opção vegetariana.
O preço é fixo: 3 Euros.
A reserva é obrigatória e pode ser feita na página do evento (https://www.facebook.com/jantarpopulardaguarda ), colocando que vai, ou enviar mensagem para 962550825 com as seguintes informações: Nome, assim como o número de reservas a efetuar.

Jantar Popular da Guarda, regressa 15 de Janeiro!

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Janeiro 10, 2016
JPG Claudio

Imagem De Cláudio Ribeiro, aluno do 2º ano da Ensiguarda, do curso de Multimédia e Design. Orientação de A.T.

Antes de mais, um BOM ANO a todos!

Depois de uma pausa para as festividades a que todos temos direito, o Aquilo Teatro regressa com a atividade Jantar Popular da Guarda.

O reabertura, acontecerá no dia 15 de Janeiro, na sede do Aquilo, abrindo as suas portas às 20h00, com início do jantar com todos os comensais à mesa pelas 20h30.

A Chef desta noite será Tamara Silva, também responsável pela tertúlia : “Alimentação Natural Macrobiótica”, com início às 22h00. 

A ementa: Sopa cremosa de aveia // Estufado de grão // Couscous com vegetais salteados // Vegetais escaldados com maionese vegan de manjericão // Fruta da época

Seguem-se todas as informações necessárias, sobre a Chef e Tertúlia desta noite para que deliciem-se e façam as vossas reservas ( https://www.facebook.com/jantarpopulardaguarda , colocando que vai, ou enviar mensagem para 962550825).

Tamara Silva, nasceu na Suíça mas como chegou à cidade da Guarda ainda não tinha 2 anos e tem família daí proveniente considera-se como sendo natural da cidade mais alta. Desde muito nova que é apaixonada pelo universo dos alimentos, pelos seus efeitos na saúde e pela magia que envolve a Culinária. Porque adora ver, cheirar e saborear os alimentos, cozinhar é para si um verdadeiro prazer e algo que há muito faz parte do seu dia-a-dia. Acredita que cozinhar é um ato de amor e que aquilo que comemos tem um impacto enorme na nossa saúde e bem-estar e na de tudo o que nos rodeia.

Frequentou em 2014 o Curso Anual de Culinária Macrobiótica no Instituto Macrobiótico de Portugal em Lisboa, onde teve oportunidade de aprender e colaborar com alguns dos melhores Chefs de Culinária Natural Vegetariana/Macrobiótica de Portugal. Colaborou na cozinha de alguns restaurantes vegetarianos/macrobióticos do País e frequentou, também, formações breves de Culinária Ayurvédica e Crudívora. É a Chef e a responsável por todos os serviços do seu recente projeto Rice and Love – Alimentação Natural (www.facebook.com/riceandlove), através do qual facilita workshops, aulas e cursos de Culinária Natural Vegetariana e partilha informação sobre Macrobiótica, Alimentação e Estilo de vida Natural.Diapositivo1

A culinária que pratica resulta das diferentes formações e experiências que vai vivendo e, é essencialmente uma Culinária Natural Vegetariana com inspiração Macrobiótica onde alia o sabor à saúde, não esquecendo as leis da mãe Natureza. Nos seus pratos, além do ingrediente especial que coloca sempre, o amor, faz questão de ter presentes os 5 sabores e também diferentes cores, de forma a satisfazer o paladar e as necessidades do organismo.

Temática da Tertúlia:  “Alimentação Natural Macrobiótica”

Numa altura em que os hábitos alimentares atuais são vistos por um crescente número de especialistas como a principal causa dos problemas de saúde modernos (diabetes, hipertensão, colesterol elevado, obesidade, doenças cardiovasculares, problemas respiratórios, vários tipos de cancro, doenças renais, doenças do sistema nervoso, etc.) cada vez mais pessoas procuram alimentar-se de uma forma mais saudável. Somos diariamente bombardeados por produtos carregados de aditivos químicos e que se afastam cada vez mais dos alimentos originais. Além disso, as características fisiológicas do Homem mostram que a sua alimentação deve ser maioritariamente de origem vegetal, o que tem vindo a ser comprovado por cada vez mais estudos e que é contrariado cada vez mais nos hábitos alimentares de hoje. De facto, uma alimentação natural e maioritariamente vegetariana é a que nos permite viver em maior equilíbrio com a Natureza, sem a prejudicar e também com mais saúde.

A Alimentação Macrobiótica, a qual é uma componente essencial da filosofia de vida Macrobiótica, pretende-se simples, natural, integral, biológica e adequada ao local, estação, constituição, condição, entre outros aspectos de cada indivíduo. Segue as leis da Natureza e embora privilegie alimentos de origem vegetal distingue-se do Vegetarianismo por diversas razões.

Um regime alimentar macrobiótico tem demonstrado ser uma boa prática alimentar para a saúde e bem-estar e uma mais-valia para a redução das taxas de obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares (incluindo hipertensão, níveis elevados de colesterol e triglicerídeos) e alguns tipos de cancro. A Alimentação Macrobiótica Padrão preenche os requisitos nutricionais das principais organizações nutricionais mundiais.cartaz tertúlia imagem

Convidada: Tamara Silva do projeto Rice and Love – Alimentação Natural

Tamara Silva formou-se em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e trabalhou como Farmacêutica Comunitária durante cerca de 2 anos e meio. Em 2013, cruzou-se com a filosofia Macrobiótica com a qual se identificou de imediato. A sua velha paixão pela área da Alimentação e Culinária tendo em vista a promoção da saúde e, a inspiração da Macrobiótica, levou-a a frequentar o Curso Anual de Culinária Macrobiótica no Instituto Macrobiótico de Portugal em Lisboa e, mais tarde, a deixar o seu trabalho como Farmacêutica Comunitária para se dedicar exclusivamente a esse sonho. Atualmente, encontra-se a frequentar o Curso Curricular de Macrobiótica no Instituto Macrobiótico de Portugal em Lisboa e é a responsável por todos os serviços do seu recente projeto Rice and Love – Alimentação Natural, através do qual dá formação e partilha informação sobre Macrobiótica, Alimentação e Estilo de vida Natural para uma vida mais próxima da Natureza, mais sustentável, mais consciente, mais livre e mais feliz pois é dessa forma que para si faz sentido viver!

Página Facebook do projeto Rice and Love:

https://www.facebook.com/riceandlove

LOGO RiceandLove

Os jantares estão abertos a todo o público e são vegetarianos ou com opção vegetariana. E o  preço  é fixo: 3 Euros.

A reserva é obrigatória e pode ser feita na página do evento  (https://www.facebook.com/jantarpopulardaguarda ), colocando que vai, ou enviar mensagem para 962550825 com as seguintes informações: Nome, dia em que pretende fazer a reserva, assim como o número de reservas a efetuar

 

O Regresso do JANTAR POPULAR da GUARDA (Nov./Dez. 2015)

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Novembro 3, 2015

novembro 2015E eis o regresso da atividade Jantar Popular da Guarda!

Todas as semanas, na sede do Aquilo Teatro, a partir das 20h00, o Aquilo propõe-se a abrir as suas portas, para um encontro, agregando-se a esta atividade, uma temática a ser discutida (ou várias), com pessoas ou coletivos convidados, durante e depois do jantar.

A programação do Jantar Popular da Guarda, será bimensal e pretende-se dar a conhecer ao outro, pessoas da Guarda, mas não só.

Possuímos a ambição, em conjunto com os parceiros convidados, de criar uma verdadeira tertúlia, estimular um espaço físico e psicológico que irradie a paixão de cada preponente e que se continue a servir os sublimes Jantares como motivo e pretexto para grandes momentos de alegria e confraternização.

Desejamos criar uma noite entre amigos, e onde se fazem amigos, entre comidas e bebidas e muita conversa. No entanto, esta não flui se estivermos de boca seca! Por isso, os nossos Chef’s estarão sempre dispostos a fazerem-nos deliciar com a sua ementa fantástica e boa disposição.

O ambiente é acolhedor, de uma simplicidade aconchegante, próprio para o espírito intimista que se procura fomentar, como uma reunião em casa de velhos amigos, que nos encantam com a sua conversa e nos servem sempre as iguarias mais inesperadas.

O Jantares são confecionados para um máximo de 27 pessoas – imposição dos condicionalismos próprios do espaço e do conforto dos nossos convivas. Mas nem por isso menos curioso e entusiasta.

Apesar da existência de um limite de comensais, as portas estarão sempre abertas para quem queira contemplar as sessões propostas pelo Cineclube da Guarda, assim como “Quercus à conversa”, ou apenas a procura de um espaço de convívio, para uma boa cavaqueira com os presentes e usufruírem da boa disposição dos taberneiros convidados, que se propõem a estar presentes, para a arte do servir.

São Aquilinos, serão tasqueiros, taberneiros, muito bem-dispostos ou muito refilões…amantes da arte? Com certeza que sim!

Informação para Inscrições: Os jantares estão abertos a todo o público e são vegetarianos ou com opção vegetariana. O preço dos jantares é fixo: 3 Euros.

A reserva é obrigatória e pode ser feita na página do evento (https://www.facebook.com/jantarpopulardaguarda ), colocando que vai, ou enviar mensagem para 962550825 com as seguintes informações: Nome, dia em que pretende fazer a reserva, assim como o número de reservas a efetuar.

6 de Novembro (Sexta-Feira)

 Chefs: Pedro Cardoso e Tereza Cruz

“Pedro Cardoso e Tereza Cruz, filho e mãe respetivamente, unem esforços na preparação de uma inesquecível refeição na abertura do novo ciclo de Jantares Populares da Guarda”.

Ementa:

Sopa de Legumes

Rancho Vegetariano

Maças Assadas

Quercus à conversa: “Mobilidade eléctrica: utopia ou realidade?”

A Quercus (Núcleo Regional da Guarda) retomará a realização dos debates “Quercus à conversa” cujo convidado, desta noite, é o Prof. Adérito Alcaso do Instituto Politécnico da Guarda e do Centro de Investigação em Sistemas Electromecatrónicos sobre o tema “mobilidade elétrica – utopia ou realidade”.

“Os carros elétricos são veículos rodoviários que diferem dos tradicionais por utilizarem unicamente ou também um sistema de propulsão elétrica. Surgem como uma alternativa viável para determinadas aplicações de mobilidade e transporte urbano, quando enquadrados numa política concertada e sustentável de transportes. São mais silenciosos, emitem menos poluentes atmosféricos (pelo menos a nível local) e permitem uma condução mais suave, não possuem caixa de mudanças e por conseguinte o sistema de embraiagem é inexistente. São menos dispendiosos em termos de combustível e de manutenção do que os veículos convencionais, porém o preço de compra é normalmente superior.”

[Fonte: http://www.ecocasa.pt/mobilidade_content.php?id=56]

Esta iniciativa do Núcleo Regional da Guarda iniciou em Fevereiro de 2014 e tem por objetivo despertar consciências para temas ligados ao ambiente e simultaneamente dar a oportunidade à população em geral participar dando a sua opinião.

Convidado: Prof. Adérito Alcaso é licenciado em Engenharia Electrotécnica pelo Instituto Superior Técnico – Universidade Técnica de Lisboa, Mestre em Automação e Sistemas e Doutorado em Engenharia Electrotécnica, da Universidade de Coimbra. Professor no Instituto Politécnico da Guarda, e os seus interesses científicos estão relacionados com Conversores Eletrónicos de Potência para Energias renováveis e acionamentos elétricos.

Acerca da Quercus: : http://www.quercus.pt/nucleos-regionais/guarda

Apoio: Firm Questions, Instituto Politécnico da Guarda, do Centro de Investigação em Sistemas Electromecatrónicos e à4.

Tasqueiras: Carla Morgado e Susana Almeida, denominam-se as Animosas do Bar. Mantem a ordem e a disciplina, com a sua lei da boa disposição.

Quercus à Conversa - Mobilidade Electrica_v7_low

13 de Novembro (Sexta-Feira)

Chef: Isabel Gamboa

­“As experiências boas da vida enriquecem-me…tal como cozinhar para comensais tão especiais como os convidados do Jantar Popular!”

Ementa:

Sopa de legumes

Caril de lentilhas

Castanhas cozidas com erva-doce

Pelas 22h00, Cineclube da Guarda apresenta “Que Estranha Forma de Vida”

Com a presença do realizador Pedro Serra

Género: Documentário

Ano: 2014

Duração: 109”

 Sinopse: Neste documentário serão abordadas formas de vida paralelas à sociedade tal como a conhecemos. Acompanharemos de perto a eco-aldeia de Cabrum, recente comunidade no norte de Portugal; a Cooperativa Integral Catalana, em Barcelona, que pratica a autogestão com moeda própria – o Eco; e por fim, a comunidade auto-sustentável – Tamera – situada em Portugal também, com quase 20 anos de existência, centro de pesquisa para a paz, com filosofia de amor livre, em busca da auto-suficiência. Um biótipo para a cura global de consciência. Todos estes projetos alternativos ao sistema, procuram viver em harmonia, com uma visão do futuro baseado na sustentabilidade e na cooperação entre o ser humano, animal e natureza. Buscam soluções aos problemas globais, atuando localmente e prometem tornar os atuais paradigmas, obsoletos.

Página Facebook: https://www.facebook.com/whatastrangewayoflife/

Still_Que_Estranha_Forma_De_Vida_1

Acerca do Cineclube da Guarda:

http://www.cineclubedaguarda.blogspot.pt

https://www.facebook.com/Cineclube-da-Guarda

Apoio: Casa da Sé, Ovelha Eléctrica

Tasqueiro: Vítor Freitas, lê nos olhos dos seus clientes, adivinhando de antemão o que servir. Um desafio a não perder.

———————————————————————————————-

21 de Novembro (Jantar realizado no Sábado)

 Chefs: A Associação de vila Mendo tem nas suas fileiras 3 conceituados cozinheiros. Neste momento estão numa acesa disputa pelo cargo de grandíssimo prestígio e estatuto: Cozinheiro Chef de Vila Mendo. A competição tem sido intensa, peculiar, inusitada, por vezes, e com um desfecho de todo imprevisível. Depois de infindáveis repastos, tertúlias, reflexões, argumentações e contra-argumentações… eis que o Aquilo Teatro e a Guarda poderão receber mais um duelo (a três!) sobre a arte de bem cozinhar os produtos da Terra.

Nota: Se no dia 22 de Novembro não houver jantar, tenham medo… muito medo… começou a III Guerra Gastronómica!

E Eis os Chef’s:

Júlio Pissarra: Consultor e formador, é adepto dos pratos fortes e corpulentos à boa maneira da região da Guarda. Qualquer repasto tem de ser confecionado com tempo… com muito tempo… com muito, muito tempo… tal como a sua degustação…

Luís Costa: Escrivão adjunto do tribunal, pragmático e rápido na abordagem e preparação das ementas, mas apreciador da arte de bem comer. Exerce, às vezes, um tom conciliador, outra vezes… não! Incorpora várias tendências.

Mário Maria: Técnico da Administração Tributária, adepto também dos pratos condimentados mas com a introdução de umas variantes da cozinha francesa que origina, não raras vezes, “conflitos” com o Júlio pela supremacia culinária… O tempo é essencial na feitura dos seus cozinhados.

 Ementa:

Entrada: Chichorros

Batatas Compostas

Guisado de Porco em panela de ferro com batatas torradas na grelha

Biscoitos em forno de lenha

Temática: “Importância do porco na alimentação de antanho” pela Associação Cultural Recreativa Vila Mendo

Desde tempos imemoriais que o porco assume um papel de primeiro relevo na alimentação e, por consequência, na economia das comunidades rurais, pelas inúmeras possibilidades na feitura dos mais diversos tipos de alimentos, tão importantes ao longo do ano na sobrevivência das famílias. O porco tinha até uma importância capital na teia das relações sociais e nas dinâmicas comunitárias uma vez que, não raras vezes, servia para, de forma silenciosamente ruidosa, estabelecer ou (re)afirmar o estatuto de abastança, logo o estatuto social. Os fluxos migratórios das décadas de 60/70 e inerentemente o contacto com hábitos culturais diferentes, bem como a eletrificação das aldeias (Fevereiro de 1979 em Vila Mendo) fizeram com que os hábitos alimentares mudassem sobremaneira. Deste modo a importância do porco na alimentação e nas dinâmicas comunitárias foi gradualmente perdendo visibilidade e, até, viabilidade.

De forma a resgatar esta prática ancestral, a ACR Vila Mendo tem, de há vários anos a esta parte, promovido a Matança do Porco/ Festa do Chichorro de modo a que os hábitos alimentares que lhe estão subjacentes não caiam no esquecimento.

O Chichorro:

Havia duas qualidades: o do coiro, que era constituído, basicamente, pela carne entremeada cortada em pequenos pedaços e o do “Redanho”. Este apenas era constituído pela gordura existente nas massas gordas do animal.

A sua confeção era simples. A carne era introduzida em panelas de ferro diferentes e aí fritos na própria gordura que libertavam. Apenas lhes era acrescentado sal grosso a fim de realçar o seu sabor. Depois de já confecionados, eram então exprimidos para que o excesso de gordura fosse libertado. Depois de arrefecerem eram comidos com uma fatia de bom pão centeio e um melhor copo(s) de vinho tinto. Este constituía um simples mas muito apreciado petisco nesses dias intensos de azáfama mas também de convívio.

Guisado de porco: Carne de várias partes do porco feita na panela de ferro (na forma como é feita é que reside o “segredo”).

Batatas compostas: Batatas reaproveitadas do dia anterior e preparadas de forma simples mas muito saborosas (não levam qualquer carne).

Acerca da Associação: www.acrvilamendo.blogspot.pt

A Associação Cultural Recreativa Vila Mendo é uma associação juvenil pertencente à rede Nacional de Associações Juvenis. Fica situada na outrora Escola Primária em Vila Mendo, freguesia de Vila Fernando, Guarda. Foi constituída formalmente no ano 2000, fruto de um conjunto de pessoas que, sentindo o pulsar e a necessidade da comunidade, decidiram entregar-se a este projeto de forma abnegada. Assumidamente, tem tido um papel preponderante na defesa do património material e imaterial da comunidade Vilamendense, na defesa das suas gentes e na promoção das suas aspirações. Tem, ao longo dos anos, implementado uma dinâmica comunitária de relevância a nível local e regional. Tem realizado um conjunto de atividades diversificadas em áreas díspares, tais como: inúmeros Encontros Motard; várias Caminhadas, Passeios BTT; Torneios de Futebol7; Cozer do Pão no Forno Comunitário; Festa do Chichorro (matança do Porco); variadíssimos Almoços e Jantares Temáticos; Exposições Fotográficas; viagens temáticas “Vila Mendo On Tour”; Encontro Distrital e Transfronteiriço de Associações Juvenis; Debate Legislativas em parceria com a Rádio Altitude; Encontro Micológico; edição de Caderno de Memórias “Vila Mendo nos anos 60/70”. Para breve o lançamento de uma espécie de Revista Cultural e uma incursão pela área teatral…

Tasqueiros: Anabela Teixeira e Frederico Mamede, são tasqueiros por predisposição e não fazem ideia de quem é esse tal de ‘gurmê’”, que tanto ouvem falar em jantares de estrelas Michelin

————————————————————————————————

27 de Novembro (Sexta-Feira)

Chef: Rosa Martins

Natural da cidade da Guarda e com uma boa franja, rapariga com sentido de humor apurado como os rojões no Minho, com imensas histórias de travessuras e brincadeiras.

Gosta de se levantar cedo, beber café aos litros, pois só assim consegue modelar e costurar horas a fio, sendo isto a sua paixão e vocação. Tem vindo a trabalhar com várias companhias de Teatro e no Mundo da Moda, desde o tempo em que a cueca ainda eram de lata.

Na cozinha faz maravilhas, desde Jackson Pollock na tijoleira a Monet no fogão, mas por fim a comida sai com o tal sabor apurado e suculento. O passear também é algo que lhe fascina assim como conhecer lugares e novas culturas.

Ementa:

Sopa de Abóbora

Carilada de Grão

Feijoada

Arroz Branco

Pelas 22h00, Cineclube da Guarda apresenta

“Com o Passar dos Dias/As The Days Went By”

Realização: Filipa Ruiz

Género: Curta-Metragem Ficção

Ano: 2012

Duração: 12”

Still_As_The_Days_Went_By_1Sinopse: “Com o Passar dos Dias/As The Days Went By” Conta a história de um escritor que procura inspiração. Hans está perdidamente apaixonado por Jenny. Escreve-lhe uma carta, mas não tem coragem para a entregar. Por alturas do lançamento de um novo livro, Jenny visita-o com frequência. Graças a isso, Hans ganha confiança e decide apresentar-lhe a carta que há tanto tempo tem guardada, acabando por descobrir que ela não partilha as mesmas emoções. Tal desilusão vem influenciar de forma decisiva a sua escrita.

Página Facebook: https://www.facebook.com/asthedayswentby/

“Bruno”

Com a presença do realizador Miguel Mota Pires

Género: Curta-Metragem Ficção

Ano: 2014

Duração: 30”

Poster_BrunoSinopse: Bruno é um rapaz de 13 anos, que vive apenas com a mãe, Marta que mantem uma relação fria e distante com ele. Bruno tem uma notória dificuldade de comunicação: é mudo embora não seja surdo.

Página Facebook: https://www.facebook.com/brunofilme/

Taberneiros: Elisabete Fernandes e Carlos Morgado, são pessoas doces, muito doces… são como pequenos tesouros escondidos nos lugares mais difíceis de achar. Esta noite, onde estarão?

dezembro 201504 de Dezembro (Sexta-Feira)

 Miguel Veiga, Chef Chez Toi

Vegetariano desde 1996 tendo sido vegano durante alguns anos. Optou por esta dieta alimentar por motivos éticos e outros. Imigrou para Londres em 2008 a fim de aumentar a sua sapiência a nível de cozinha vegana/vegetariana bem como profissionalizar se nesta área. Trabalhou até 2010 em vários restaurantes da capital do Reino Unido. Em 2011 frequentou a ESTH de Seia acabando o curso de técnicas de restauração.

Proprietário da marca chef chez toi: https://m.facebook.com/pages/Chef-Chez-Toi/124788517595765
Realiza serviços ao domicilio bem como outros produtos veganos e vegetarianos prontos a consumir em casa.

Ementa:

Sopa outonal

Estufado de vegetais e cogumelos com batata em molho espanhol e salada.
Fruta da época

Quercus à conversa: “Produção de carne em modo biológico”

Convidado: Produtores na Guarda de carne em modo biológico

“A pecuária biológica é uma forma de produção “alternativa” que permite a obtenção de produtos de qualidade num sistema de produção em que é privilegiado o bem-estar animal e o equilíbrio com o meio ambiente. Existem em Portugal condições muito favoráveis para a conversão para pecuária biológica, como as características naturais, os sistemas tradicionais, extensivos, baseados na utilização de pastagens e forragens, a disponibilidade de área e a existência de valiosos conhecimentos tradicionais e de sistemas de produção em que os animais estão bem adaptados.”

Fonte: http://naturlink.sapo.pt/Noticias/Opiniao/content/Pecuaria-Biologica–uma-alternativa-viavel?bl=1&viewall=true

Apoio: Firm Question e à4

Tasqueiro: Filipe Ruas, gosta de motas, carros e comida! É preciso cuidado, muito cuidado (mesmo) na arte do servir ao volante!

———————————————————————————————-

11 de Dezembro (Sexta-Feira)

Rui Tiago,  Chef “Luiggi”

Vindo de um pequeno povo que “deambula nos dias” por entre montanhas, no meio de culturas e no meio de países! Algures neste “piccolo” Mundo, foi crescendo pelos dias que lhe foram correndo, momento após momento… Já não se chateia muito com acontecimentos que antes pareciam estranhos…. Porque se acontece, é porque é possível. Sabe que não vale a pena lutar contra as realidades, nem ficar admirado com as mesmas, pois de nada ajuda! Gosta de sorrir, aprendeu com os familiares, com pessoas, com momentos, como o sol.

Veio ao mundo nu, como muitos que conhece, mas não tem a certeza se todos vieram assim!

É uma pessoa como muitas outras que vieram ao mundo em transmissão de energia positiva ou assim o tenta….Ou seja ajudar quem o rodeia, plantar sorrisos e colher afeto…

Ementa:

Sopa de cebola e hortelã

Spaghetti alla “suposta” bolognese + queijo ralado + salada

Fatias de Laranja + doce + pó de canela “on top”!

Shot de licor de canela

Pelas 22h00, Cineclube da Guarda apresenta

“Mudar de Vida. José Mário Branco, vida e obra”

Realização: Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo

Género: Documentário

Ano: 2012

Duração: 116”

Still_Mudar_De_Vida_3Sinopse: MUDAR DE VIDA, José Mário Branco, vida e obra é um documentário realizado por Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo. Trata-se de um retrato sobre a vida e obra do músico José Mário Branco, nascido em 1942, no Porto.

Desde o Estado Novo aos dias de hoje a sua voz e obra resistem. Amado por uns e temido por outros, as suas canções escritas há mais de 40 anos não perderam a atualidade. Ouça-se o protesto levado ao extremo no tema F.M.I., escrito em 79, canção maldita para os portugueses (proibida de ser emitida nas rádios por ordem expressa do autor). Seguindo os passos de Zeca Afonso, faz deste movimento de protesto um dos marcos mais importantes na arte e cultura do século XX, quer pela sua ação quer pelo seu efeito.

A rodagem começou em Abril de 2005 no concerto do seu último disco “Resistir é Vencer”. Durante estes anos, sem quaisquer apoios públicos ou privados, fomos filmando em Portugal e em França. Ensaios, gravações de discos, conversas, concertos serviram de ponto de partida para retratar o artista. 7 anos. Centenas de horas

De Camões a Natalia Correia, do erudito Fernando Lopes Graça às marchas populares, José Mário Branco reinventa a música portuguesa, abre espaço para novas vias como o Fado ou o Rap. Homem de ideais que acredita que esses mesmos ideais, pouco se assemelham ao estado real das coisas. Aos 20 anos presos pela P.I.D.E exila-se em Paris, onde foi profundamente marcado pelo Maio de 68. Regressa a Portugal imediatamente a 25 de Abril de 74 onde viveu intensamente o P.R.E.C., a lutar pela mudança.

Músico, compositor, poeta, ator, ativista, cronista, produtor musical, José Mário Branco é o homem dos 7 ofícios. Fala-nos de música, das suas convicções, da sua geração, do Estado Novo, da guerra colonial, da sua prisão e exílio. Não fosse ele o autor do tema “A Cantiga é uma Arma”, as suas canções como instrumento transformador da realidade mantêm-se desde a década de 70 atuais. É preciso MUDAR DE VIDA!

Página Facebook: https://www.facebook.com/Mudar-de-Vida-José-Mário-Branco-vida-e-obra-470464509660835/

Tasqueiras: Susana Almeida e Carla Morgado. Para esta noite, estão dispostas à cavaqueira e de acanhadas não terão nada, usando frequentemente vinho para limpar o palato.

———————————————————————————————-

18 de Dezembro (Sexta-feira)

Chefs: Joana Malaca e Pedro Tavares

Ementa: Brevemente a anunciar

Temática: Brevemente a anunciar

Tasqueiros: Amália Pimenta e Carlos Morgado. Dois opostos numa só noite! Um é brisa, a outra ventania! Um é calmaria, a outra tempestade! Chiça! Mas no que será, que isto, vai dar?

Regras para JANTAR POPULAR da GUARDA / Inscrições para Chef

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Novembro 3, 2015

REGRAS para JANTAR POPULAR DA GUARDA/CHEF’S

  1. O Jantar Popular da Guarda decorre todas as sextas-feiras, na sede do Aquilo Teatro, a partir das 20h00.
  2. Quem estiver interessado em cozinhar neste evento, pode inscrever-se gratuitamente. Para isso é necessário o preenchimento da folha de inscrição; onde deve de constar: o dia a que se propõe, nome do(s) proposto(s), pequeno texto acerca de si, ementa proposta, contacto telefónico e email. Para inscrever-se pode fazê-lo nos dias do J.P.G., via email (teatro@sapo.pt ou aquiloteatro@gmail.com ou facebook

https://www.facebook.com/jantarpopulardaguarda

  1. O preço do jantar é fixo: 3 euros. Da verba realizada pelas refeições servidas será retirado € 7,50 para as licenças, € 2,50 para o Gás e 3€ para azeite, guardanapos, sal, detergente, etc. A verba restante é para o cozinheiro do dia.
  2. O número máximo de comensais é de 27 pessoas, incluindo o(s) Chef(s) ds noite.
  3. O Jantar deverá iniciar às 20h30 com todos os comensais à mesa, incluindo o(s) Chef(s).
  4. A comida deverá ser colocada nas mesas ou servida à mesa pelo(s) Che(s).
  5. A cozinha abre às 17 horas do dia da atividade, tornando-se todavia, necessário avisar o Aquilo da hora de chegada e eventual mudança deste horário. Por uma questão de prevenção podem dirigir-se ao Aquilo no dia anterior para verificação das necessidades a confeção do Jantar. Caso repare que falta algo (pouco gás, azeite, sal, guardanapos e/ou utensílio) deve comunicar para se proceder à compra.
  6. É da responsabilidade do cozinheiro proponente deixar a cozinha arrumada e limpa, não podendo ficar restos nas panelas nem utensílios por lavar. Os alguidares devem ser arrumados e limpos.
  7. A limpeza dos pratos e talheres é da responsabilidade dos comensais.
  8. A bebida contemplada no menu é água. Outras bebidas são cobradas à parte.
  9. O sucesso dos jantares depende da quantidade de comensais. A programação será divulgada via facebook, emails, etc, e será lançada logo para dois meses e será “destacada” todas as semanas conforme a atividade a realizar nessa semana. Mas é fundamental a promoção e divulgação deste evento pelos proponentes.
  10. A quantidade de comensais prevista para cada semana é calculada com base nas reservas, tornando-se obrigatório reservar até ao meio dia da realização do evento. Podem reservar via facebook.com/jantarpopulardaguarda ou por mensagem para o número 962550825. Caso haja desistência devem comunicar com a devida antecedência para que não haja prejuízo financeiro para o cozinheiro proponente.
  11. Quem se propõe como cozinheiro pode também apresentar proposta para dinamização do espaço no seu dia. Podendo agregar-se a programação estipulada pelo o Aquilo Teatro e Parceiros (se existirem). Para isso é necessário: o envio da proposta com a devida antecedência, para ser sujeita a aprovação, assim como verificação da viabilidade logística para realização do proposto.

II Workshop Prático de Jogos e Dinâmicas para Pessoas da 3ª Pessoas de Idade, Orientado por Elisabete Fernandes

Posted in Sem categoria por AQUILO Teatro em Outubro 28, 2015
Sábado, 07 de Novembro de 2015
Horário: 10h00-12h30 e das 14h00-17h00
Auditório da Câmara Municipal da Guarda
WJDTIdade copy
Na sequência do primeiro Workshop, realizado no passado dia 26 de Setembro, o Aquilo Teatro, regressa com a 2ª parte desta formação, onde serão apresentados e desenvolvidos outros jogos e dinâmicas, com um resultado garantido quando postos em prática com os cidadãos mais velhos.
 
“Com a Terceira idade é difícil de trabalhar!”, “Os idosos não gostam e não querem fazer nada!”, estas afirmações serão totalmente verdadeiras? Ou será que os Animadores utilizam técnicas de Animação que não são, a maior parte das vezes, as mais corretas e motivantes?! Se tem algum interesse por esta área, fica já lançado o desafio, para vir experimentar técnicas simples que “deliciam” os nossos idosos.
 
Formação dirigida a maiores de 16 anos.
 
Preço Inscrição: 30 Euros
Inscrições e mais Informações:
AQUILO Teatro
Largo do Torreão s/n.º, 6300 Guarda /Portugal
Telefone: 271222499, Telemóvel: 962550825
aquilo.teatro@sapo.pt ou aquiloteatro@gmail.com
 

ABERTAS as INSCRIÇÕES: ATELIER DE EXPRESSÃO DRAMÁTICA

Posted in Formação por AQUILO Teatro em Setembro 23, 2015
Tags: , , , , , , ,
Formação de Duração: Outubro de 2015 a Maio de 2016

Formação de longa duração: Outubro de 2015 a Maio de 2016

AQUILO TEATRO apresenta ATELIER DE EXPRESSÃO DRAMÁTICA

Este ano, o Aquilo Teatro, tomou a iniciativa de reformular os moldes do Ateliê de Expressão Dramática, pretendendo assim, com esta formação de longa duração, levar e dar a conhecer a um grupo de pessoas, de várias classes etárias, uma experiência artístico-humana, partindo da vontade de:

– Fazer com que esse grupo de pessoas, seja parte ativa e integrante de um processo criativo;

– Criar familiaridade com a Arte e despertar o interesse e curiosidade em relação a esta,

– Contrariar os tabus e colmatar os medos associados ao estar em palco;

– Enriquecer o individuo curioso e ávido de experiências novas, tornando-se um eventual espectador ou alguém que se alimente de Arte.

Ao permitir estas descobertas, tentar-se-á dar a conhecer um Mundo que não é um bicho-de-sete-cabeças, criando uma clara e mais aberta relação do indivíduo consigo próprio e com o outro, conhecendo-se e aceitando-se, sendo capaz de olhar e sentir a vida de outra maneira.

O Atelier iniciará a 12 de Outubro, finalizando em meados de Maio de 2016 com a apresentação de um espetáculo e contará com um leque de formadores para as diferentes áreas:

Teatro: Antónia Terrinha e João Reis

Movimento e Expressão Corporal: Bruno Brazete

Conceção e Construção de Figurinos e Adereços: Rosa Martins

Sonoplastia: Alberto Lopes

Luminotecnia: António Freixo

Durante os 8 meses de formação, através do teatro, ir-se-á ao encontro da voz, do texto e da literatura, e através do movimento e das acções físicas chegar-se-á à música e com ela, à dança, conseguindo assim passar pelas diferentes formas de Arte ou expressões artísticas.

Através do plano de ações proposto, criam-se as bases para o indivíduo criar uma distância em relação a si mesmo, conhecendo assim, as suas capacidades, potencialidades e limites, podendo a partir desta etapa, ser ele próprio e capaz de se propor criativamente (embora já tenha sido desafiado a fazê-lo) e tornando-se, um mais possível espectador de Arte (consciente e capaz), porque agora, já está mais próximo dela.

Início: 12 de Outubro de 2015.

Auditório da Câmara Municipal da Guarda

Classe Etária: Maiores de 10 anos

Uma vez por semana, das 20h00 às 22h00, em dia a combinar com os inscritos.

Valor Mensal: 27 Euros

Página seguinte »